"No Chakra Anahata começamos a aceitar
e amar incondicionalmente.

Realizamos que apesar das diferenças,
tudo é manifestação da perfeição.

Amamos as pessoas, 
amamos a vida pelo o que ela é."

- Swami Satyananda Saraswati

.

coracao medit

Durante o outono e inverno, encontramos um grande obstáculo para a regularidade na prática de yoga: o frio.

É comum vermos diminuir a motivação para praticar no clima frio. Às vezes não acordamos no horário que gostaríamos, desculpas vão surgindo e a prática de Yoga vai perdendo regularidade. Esse é um sinal de alerta, pois pouco a pouco vamos minando a prática e quando nos dermos conta paramos de praticar por completo... Meses ou anos de empenho são desperdiçados e abandonamos a prática.

Muito tempo pode se passar até percebermos o bem que a prática de Yoga regular nos trazia. E quanto mais tempo passa, mais díficil retomar.

Yoga é como uma bola de neve que a cada prática se torna maior e mais forte. Porém, ao perdermos a regularidade essa bola de neve derrete e temos que reiniciar praticamente do zero. Um eterno recomeço sem chegar a meta final, tal como o mito de Sísifo.

A meta final da Yoga é a Liberdade. Viver além da dualidade do apego/aversão, numa comunhão serena com a Vida Universal.

Isso não vem do dia para a noite. É necessário prática constante e sem interrupções até chegar a meta, como diz Patanjali no Yoga Sutras. Isto constiui a Sadhana.

A Sadhana (prática regular de Yoga) deve ocorrer em qualquer clima e circunstância. Há yogis nos Himalaias que despertam muito antes do sol nascer em temperaturas que jamais ocorreriam no Brasil. Muitas vezes dormem até menos do que nós.

Como fazem?

Motivação e condicionamento.

Sim, a motivação é essencial. Por que praticamos Yoga? Apenas para um bem-estar superficial do corpo? Se sim, tudo bem. Mas estaremos jogando fora o que de mais valioso a Yoga tem a oferecer. Como diz o Professor Hermógenes, estaríamos comendo a casca da banana e jogando a fruta fora.

Então, definimos bem qual a nossa motivação. O motivo último da prática de Yoga é a Liberdade. Liberdade dos padrões a que fomos condicionados, de nosso próprio ego, numa comunhão sagrada com a Vida Universal que nos trouxe até aqui. Nosso motivo pode ser outro, apenas tenhamos ele claro na mente. Muitas vezes os motivos podem ir se alterando no decorrer dos anos. Mas tenhamos um motivo elevado. Isso será o suporte para nos tirar do condicionamento da mente e da preguiça.

A motivação é o alicerce. Sem ela, qualquer esforço corre o risco de ser perdido. Teremos que enfrentar o eterno recomeço, gastando energia desnecessária para sair da inércia. Quando mantemos uma prática constante de Yoga, sem pausas no inverno, a repetição condiciona a nossa mente a um bom hábito que torna a rotina mais suave e duradoura.

Agora, ancorados nesse alicerce, como lutarmos com mais eficácia para despertar e praticar durante o inverno?

Seguem algumas dicas para fortalecer a sua prática:

ॐ Lembre-se diariamente de sua motivação, ela lhe trará força.

ॐ Se tem dificuldade de acordar cedo para praticar, habitue-se a dormir mais cedo. No início será difícil, mas a repetição torna tudo mais fácil. Em poucas semanas de prática, verá que desperta com muito mais facilidade.

ॐ Se acordar com preguiça, faça a postura do barco na cama, tencionando todo o corpo. Isso imediatamente lhe trará disposição para se levantar.

ॐ Lave o rosto com água gelada. Massageie com pressão o couro cabeludo. Isso ajuda a despertar.

ॐ Tome um banho morno ou frio. Evite o banho escaldante que amolece o corpo e a mente.

ॐ Pratique em jejum. Se for necessário, coma uma fruta antes.

ॐ No frio, é importante aquecer bem os músculos e articulações para não se machucar. Comece devagar e vá aumentando a intensidade e dificuldade aos poucos.

ॐ Posturas e sequências benéficas no frio: Surya Namaskar; posturas de expansão como o guerreiro, camelo, triângulo, arco etc.. ; posturas de inversão como a vela.

ॐ Bhastrika é um excelente exercício respiratório para aquecer e fortalecer o corpo/mente.

ॐ Faça uso de alimentos que aquecem o corpo e trazem disposição no frio. Pimenta do reino, gengibre, ghee, óleo de gergelim etc. auxiliam nesse sentido.

ॐ Aproveite o outono e inverno para intensificar a sua prática de meditação. Naturalmente esse é um período de recolhimento e fica muito mais fácil concentrar a mente e direcioná-la para o seu ponto de meditação. Nesse momento a Natureza está a seu favor.

Por fim, lembramos: não nascemos perfeitos. Errar, se desmotivar, perder o rumo são comuns a todos. Assim, persistimos. Reiniciamos. Continuamos. E, eventualmente, quando a Vida Universal assim desejar, despertamos.

Namaste

Henrique Saad
www.chakraanahata.org
Aulas e retiros de Yoga em São Roque desde 2010

 

ॐ Ao utilizar um artigo ou trecho cite a fonte e pratique um bom karma ॐ

Arquivo do Blog

Receba novidades por email